domingo, 17 de novembro de 2013

De passagem por... São Paulo!

Esse post será sobre minhas impressões básicas acerca de São Paulo, a maior selva de pedra do Brasil que por acaso é também minha cidade natal! (mas só acreditam porque está escrito na minha certidão de nascimento.... rs)


- Top 5:
  1. O tempo é uma loucura, calor infernal pra no dia seguinte chuva fina o dia todo!! Vá preparado!
  2. Pense em um estádio de futebol lotado e o aconteceria se todas essas pessoas saíssem na mesmoa hora. Bem vindo à 25 de Março após o meio-dia. 
  3. Paulista é super educado! Jogam bem menos lixo na rua e "palavrinhas mágicas" tais como bom dia, obrigado, por favor e com licença fazem parte do vocabulário cotidiano deles, passando por diferentes classes sociais. Em geral os pedestres são respeitados, os veículos não param nas faixas e nem fecham cruzamentos! Reflitamos sobre isso...
  4. O trânsito é caótico, mas a distância entre locais é medida em "tempo de carro", porém de modo paradoxal: 30 min é "logo ali" sendo que é longe para caramba, mas às vezes 15 min está a 3 quarteirões de você!
  5. Metrô é vida. Ponto final.
- Dicas de roteiros para se fazer a pé: clique nas fotos para mais informações!

1) Centro, Sé e Liberdade: a primeira parada é na famosa 25 de Março, recomenda-se chegar cedo porque depois do meio dia fica realmente muuuito cheio. Lá há de tudo, mas o foco principal são bijouterias (dica: I Love Bijoux, Ladeira Porto Geral, 109). Para recuperar as energias, nada melhor que as deliciosas esfihas folhadas do restaurante Raful (R. Comendador Abdo Schahin, 118)!!! Depois uma caminhada de 5-10 min até o Mercado Municipal (Rua da Cantareira, 306), no qual é possível comer o famoso sanduíche de mortadela paulista! Lá também tem a banca de frutas da novela "A próxima vítima", devidamente sinalizada por uma placa hahaha Em seguida, visita à Catedral da Sé e muitas andanças pelo bairro da Liberdade!



2) Rua Augusta e Av. Paulista: começamos visitando as lojas super diferentes da R. Augusta, por exemplo, a Endossa (obs: como nessa rua também há muitos bares, restaurantes e danceterias interessantes, compensa voltar depois para aproveitar a noite, uma dica é o Rock'n'Roll Burger). Saindo da Augusta, vamos para o Conjunto Nacional, um destaque é a Livraria Cultura. Em seguida, visita ao MASP (Museu de Arte de SP) e a Casa das Rosas. Fechando com chave de ouro, uma parada na Sorveteria Alaska (Rua Doutor Rafael De Barros, 70)!


3) Luz: o primeiro ponto turístico a ser visitado é a Estação da Luz. Recomendo ver por fora e por dentro! Anexa a ela temos o Museu da Língua Portuguesa, muito bacana mesmo! Em seguida, visita à Pinacoteca, que sempre possui exposições temporárias muito interessantes, assim como o acervo permanente (e o almoço lá é uma delícia!). Não incluí no passeio, mas se der tempo, pode-se visitar o Parque da Luz, que fica atrás da Pinacoteca.


É claro que SP tem muito mais a oferecer, mas para um passeio de um final de semana ou três dias, creio que isto é o essencial a ser visitado. Em outros posts pretendo abordar as lojas mais diferentes que vi por lá e lugares bacanas para se visitar, mas que ficam mais afastados, portanto não entram em nenhum desses três roteiros. Portanto, fiquem ligados que ainda teremos mais coisas aqui no blog sobre essa cidade tão incrível!

Marque sua passagem por aqui!