terça-feira, 14 de outubro de 2014

De passagem por... Paris

Oh la la!! Finalmente saiu o roteiro por Paris! Prontos para conhecer mais sobre a "cidade luz"? Tem até trilha sonora especial! ;)

Confesso que a demora, além da falta de tempo, tem um bom motivo: tive que combinar duas viagens diferentes para montar um roteiro minimamente coerente de 5 dias por Paris. É possível visitar a cidade em menos tempo? Certamente, tanto é que foi isso que fiz (2 vezes). Mas não é algo que eu recomendaria de forma alguma! Inclusive eu já acho 5 dias meio corrido, em especial se você é como eu e adora museus... Mas enfim, ligue abaixo a trilha sonora de Yann Tiersen (do filme "O Fabuloso Destino de Amélie Poulain") e embarque comigo nessa viagem! Allons-y? :)


♡ Top 5:
  1. Efeito bolha da felicidade: estudante da União Européia abaixo de 26 anos não paga nada em inúmeros museus e atrações da cidade, mediante comprovação (óbvio). O sonho de todo intercambista!
  2. Se puder, vá a pé. Se não puder, vá de metrô! A cidade é belíssima e muito agradável de se andar; o metrô é barato e tem uma estação quase que a cada quarteirão! Além disso, o nome das estações de metrô geralmente são os nomes das principais atrações turísticas, o que facilita muito!
  3. Cuidado com seus pertences! Infelizmente, é comum o furto na cidade, em especial nos locais mais turísticos. Diferente do Brasil, nunca ouvi histórias de ninguém abordando e ameaçando ninguém - o "bom ladrão" pariense só é notado quando a vítima vai pegar a carteira pra pagar alguma coisa... Aí já é tarde...
  4. Coma croissant. De preferência todo dia. Isso é uma das coisas que eu mais sinto falta quando penso em Paris - até o croissant do McDonald's de lá era melhor do que o melhor croissant daqui!
  5. Sim, a torre Eiffel é gigante, mas à distância parecerá minúscula; sim, o museu do Louvre é enorme, mas o quadro da Mona Lisa vai te desapontar; sim, você vai querer comprar uma boina francesa e usá-la todos os dias para se sentir parisiense, mas nenhum nativo de fato usa isso!; sim, a cidade é super romântica, mas ao mesmo tempo é super cosmopolita; sim, os franceses não gostam que tentemos falar francês, mas nunca foram mal-educados comigo, muito pelo contrário. Resumindo: sim, Paris é uma cidade que segue os típicos esteriótipos parienses, mas nada será como você espera!
♡ Dia 1: Tuileries ao Arco do Triunfo
Em ambas as vezes cheguei em Paris na Porte de Charenton, através da empresa de ônibus Eurolines - falo mais sobre meios de transporte que experimentei nesse outro post, não deixe de conferir! A experiência valeu a pena porque paguei muito pouco, mas para aqueles que não são tão corajosos (cof cof pobres), recomendo ir de avião e, se possível, descer no aeroporto Charles de Gaulle, que é o mais próximo da cidade. Independente do meio de transporte, consideramos que você chegará à Paris de manhã.

A visita à tarde começaria então cruzando o Jardin des Tuileries, até a Place de la Concorde. Em seguida, pegue a Pont de la Concorde, volte pela Pont Alexandre III e passe em frente ao Grand Palais e Petit Palais (dependendo do que estiver em exibição por lá, talvez valha a pena entrar). A seguir, ande pela Champs-Élysées quase inteira em direção ao Arco do Triunfo - essa é uma das avenidas mais famosas da cidade, com inúmeras lojas e restaurante, e por ser plana, possui uma vista belíssima do arco! Mas atenção: se você quiser visitá-lo, não seja da roça que nem nós! Pegue a passagem subterrânea, pois como o Arco fica em uma rotatória que é o ponto de encontro de várias ruas e avenidas, é (quase) impossível atravessar tudo sem ser atropelado! Nós conseguimos... mas por pouco! hehehe

♡ Dia 2: região da Torre Eiffel
Sugiro fazer algum museu não muito grande pela manhã (como o Museu do Rodin ou o Pompidou) ou mesmo ir fazer compras na Galeria Lafayette, por exemplo. Depois vá de metrô para a Place du Trocadéro, na qual é possível ter a melhor vista da Torre Eiffel (lá tem o Palais de Chaillot e uns museus também, se te interessar). Em seguida, caminhe em direção à torre e suba nela para ter uma vista incrível de Paris (obs: as filas podem ser enormes, informe-se antes e qualquer coisa compre o ingresso antecipado aqui). À tarde, se sobrar tempo visite o Museu da Armada (Les Invalides). Pouco antes do pôr-do-sol, recomendo fazer um passeio de barco (bateau-mouche) pelo Rio Sena (fizemos esse, excelente!). No fim da noite, volte à Place du Trocadéro para desfrutar de um delicioso crepe vendo (muito provavelmente) a torre toda iluminada, piscando suas luzinhas!

♡ Dia 3: Sacré-Couer ao Panteão

Dia de visitar igrejas! rs Começamos pela Sacré-Couer, no bairro de Montmartre. Em seguida, uma visita ao Café de Amélie Poulain (Café des Deux Moulin) e uma passada em frente à famosa casa de shows Moulin Rouge. Depois, pegue o metrô e desça na Place des Vosges (onde há a casa/museu de Victor Hugo). Caminhe até chegar a Île de la Cité, que possui as igrejas Notre Dame e Sainte-Chapelle. Finalizando, passe por dentro do Jardin du Luxembourg e em seguida visite o Pantheón. (obs: se quiser ver algum show do Moulin Rouge, tem que ser à noite, ok?

♡ Dia 4: Louvre e D'Orsay
Esses dois museus conseguem sim ocupar seu dia inteiro! Te garanto! E o bom é que um é coladinho do outro! Sugiro começar pelo D'Orsay porque o Louvre é tão grande, mas tão grande, que depois dele dificilmente você terá ânimo de visitar outro museu hehehe

♡ Dia 5:
Honestamente? Tire um dia inteiro para visitar Versailles, porque vale muito a pena!!! Claro que você tem que ter ânimo para ver o Chatteau, o Domínio de Maria Antonietta, Petit e Grand Trianon mais todos os jardins! Mas se eu pudesse, eu voltaria lá em especial pelos jardins - me arrependi de não ter explorado todo o espaço monumental que há lá e de ter perdido o show com música clássica, iluminação e águas na fonte principal ao fim do dia... :(

Uma boa dica é que na época utilizamos o passe Mobilis de metrô/trem, válido por um dia entre zona 01 e 04, com número de viagens ilimitado. Pegamos o trem amarelo (RER C) na estação Champ de Mars Tour Eiffel e descemos na Versaillhes Rive Gauche. Durante o percurso tinha várias setas e placas indicativas também, não é difícil não! :)

♡ Mais informações

- Cartões com opções de passeios a pé por Paris: City Walks Architeture Paris (inglês)
- Guia com mapa de bolso: CityPack - Paris (português de Portugal)
Site interativo do metrô de Paris (francês, inglês, espanhol)
- Bons blogs: Direto de ParisConexão Paris e Expresso Paris (nesse último há uma lista excelente com a gratuidade nos museus parisienses)

Marque sua passagem por aqui!